sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

DERMATOLOGISTAS DÃO DICAS SIMPLES DE COMO EVITAR AS MANCHAS DE VERÃO



Verão, praia, sol e muito calor. Tudo perfeito se não fossem aquelas manchas que apareceram no seu rosto depois da exposição ao sol, certo? Essa situação é bastante comum e atinge principalmente as mulheres nesta época do ano.
Os tipos de manchas mais comuns são as melanoses solares e o melasma. As primeiras se caracterizam pelo formato arredondado, bem delimitado e acastanhado. Elas se concentram no dorso de mãos e faces laterais do rosto. Já o melasma tem formato irregular, tamanho maior e um tom mais castanho-acinzentado. É mais comum que apareça nas maçãs do rosto e concentre-se na testa, embaixo dos olhos ou em cima do lábio. 
As causas para o surgimento dessas 'manchas de verão' são fatores genéticos associados a uma exposição solar intensa e prolongada. "No caso dos melasmas, outro fator que contribui para o aparecimento é o uso de contraceptivos hormonais, por isso diz-se que as mulheres são as mais afetadas", explica o dermatologista Adilson Costa.  
Para evitar o surgimento dessas manchas, a dica do especialista é evitar se expor diretamente ao sol, principalmente das 10h às 16h. "O ideal é que a pessoa use um filtro solar intenso, de preferencia com base associada de tom marrom, retocando-o a cada duas horas", orienta o médico, que ainda completa que o uso de chapéu e óculos de sol é imprescindível. 
Para a dermatologista Patrícia Rittes, outra forma bastante eficiente de evitar as 'manchas de verão' é usar uma camada de filtro solar de textura fluida, uma camada de protetor com cor e uma camada de pó compacto. "Desta forma a pele fica muito mais protegida", garante a médica.
Para quem não conseguiu evitar o surgimento das manchas, o ideal é suspender a exposição ao sol, redobrar a utilização de protetor solar e procurar um dermatologista. "A melhor forma de tratar esses tipos de manchas é usar, de preferencia fora do verão, cremes despigmentastes, associados a procedimentos como peelings e lasers", diz Adilson Costa. A escolha do tratamento, porém, depende de cada pessoa e também da intensidade do problema. Há casos que apenas cremes clareadores resolvem e outros que precisam da combinação com procedimentos mais fortes, como peelings.

2 comentários:

  1. Adorei as dicas simples!
    wolftheideia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. adorei o post. eu sou uma que vivo na praia, principalmente no horário não indicado no post, entre as 10h às 16h. kkkk fiz tudo errado. eu estava com umas manchinhas nas costas e fiz o tratamento na dermatologista antes do verão começar, agora vou tentar evitar né

    ResponderExcluir